• (51) 3221-9565 / (51) 3279-6595 / (51) 99214-9690

  • Facebook Instagram

Transtorno de ATM

A Articulação Temporo-Maxilar (ATM) é responsável pela movimentação da mandíbula para frente, para trás e para os lados. A disfunção de ATM tem os seguintes sintomas: dor facial e nas zonas ao redor do maxilar (como os ouvidos), dor nas costas, dor ou travamento da mandíbula ao tentar abrir a boca, sons de estalo, dor de cabeça e mordida incômoda. Caso você apresente algum desses sintomas procure ajuda do cirurgião dentista.

Dor de dente?

Os sintomas incluem dores ao mastigar, sensibilidade, sangramentos no dente ou nas gengivas e inchaço. Embora seja incômoda, não se automedique ou tente métodos caseiros. Procure um dentista se a dor for constante e durar mais que um ou dois dias. Porém, se notar que ela veio acompanhada de febre ou problemas para engolir e respirar, vá imediatamente ao consultório.

Você dorme de boca aberta?

Já notou como você respira? Embora pareça algo simples, os danos de respirar pela boca podem ser graves, pois o ar não é filtrado, ocorre ressecamento dos lábios e mucosas e há o posicionamento incorreto da arcada e língua. Os principais problemas que podem ocorrer são: mordida cruzada, mordida aberta, “céu da boca” alto e estreito, assimetria facial, apinhamento dentário e retrusões mandibulares. Se você respira assim sempre ou nota que durante a noite mantém a boca aberta, deve procurar um dentista para ver se houve comprometimento no desenvolvimento e crescimento crânio-facial.

Sensibilidade nos Dentes

Dor ao comer ou beber algo quente ou frio. É com esse dilema que convivem milhares de pessoas que sofrem com dentes sensíveis. Elas representam um em cada oito adultos de acordo com uma nova pesquisa publicada no periódico de março do Journal of The American Dental Association. O problema, decorrente do desgaste do esmalte do dente que deixa a dentina – camada que possui prolongamentos do nervo – exposta, foi o foco de atenção de especialistas de instituições como a University of Washington e a Oregon Health and Science University, nos Estados Unidos.

A partir disso, confira oito hábitos que podem deixar seus dentes sensíveis:

  • Recessão gengival
    Mastigação errada e escovação com muita força podem contribuir para a retração da gengiva, que deixa a parte do dente que cobre o nervo – a dentina – exposta.
  • Escovação exagerada
    Além de causar recessão da gengiva, a escovação muito forte provoca desgaste do esmalte, deixando assim, a dentina desprotegida. Para evitar os dentes sensíveis nesse caso, é preciso escovar os dentes com movimentos suaves e curtos, sem pressionar demais a escova – não é a força que vai determinar a limpeza dos dentes.
  • Dentes lascados
    Uma lasquinha no dente já pode ser suficiente para tirar a proteção do esmalte e deixar a dentina exposta, aumentando a sensibilidade. Por isso, evite o hábito de abrir garrafas ou embalagens com a boca. O dente não deve ser usado como ferramenta.
  • Bruxismo
    O hábito de apertar e ranger demais os dentes – bruxismo – provoca desgaste e perda do esmalte. Uma das maiores causas do bruxismo é o estresse, mas é possível evitar os danos que ele provoca nos dentes usando um protetor bucal especial, indicado por um dentista.
  • Enxaguante bucal
    Os enxaguantes bucais com pH ácido podem contribuir para agravar a sensibilidade dos dentes.
  • Alimentos ácidos
    Refrigerantes, frutas cítricas, vinagre e outros alimentos ácidos podem agravar a sensibilidade. Esses alimentos podem acelerar um processo de desmineralização dos dentes, deixando expostas partes dos dentes que são muito sensíveis.
  • Clareamento dental
    Os tratamentos para deixar os dentes mais claros só são perigosos se feitos sem acompanhamento profissional.
  • Alimentos muito frios ou quentes
    Quando a dentina já está exposta e, consequentemente, os nervos dos dentes ficam vulneráveis a qualquer variação brusca de temperatura. O ato de morder ou mastigar um alimento muito frio ou quente provoca alterações repentinas na polpa (nervo), o que causa irritação e dor.
Agende já sua avaliação aqui na OIRS!
Fonte: Minha Vida
×
Olá! Como podemos ajudá-lo?
Entre em contato diretamente pelo WhatsApp clicando no botão abaixo ou pelo (51) 99214-9690.