• (51) 3221-9565 / (51) 3279-6595 / (51) 99214-9690

  • Facebook Instagram

ortodontia em adultos

Ortodontia em adultos: A Ortodontia contemporâneo não é mais limitada a crianças ou adolescentes e o número de adultos é cada vez maior. Um estudo realizado pela Associação Brasileira de Odontologia concluiu que 50% DOS PACIENTES QUE USAM APARELHO ORTODÔNTICO NO BRASIL TEM ACIMA DE 30 ANOS. Aqui na clínica o número de adultos em tratamento ortodôntico já é maior que o de adolescentes.

Dentes tortos, desalinhados ou apinhados (quando há muitos dentes para um espaço pequeno e eles ficam “amontoados” ou “acavalados”.), além de serem um problema estético, são mais difíceis de limpar e correm o risco de serem perdidos devido ao desgaste do dente ou as doenças periodontais. Problemas no posicionamento dentário também podem provocar desordens na articulação temporo-mandibular. Essa disfunção geralmente está associada a sintomas como dores de cabeça, sons de estalo durante a abertura e fechamento da boca e dificuldade na mastigação.

Além disso, com o aumento da expectativa de vida e a busca por viver com mais qualidade e saúde fazem com que um número cada vez maior de pacientes busquem a reabilitação oral com próteses sobre implantes. E nestes casos a Ortodontia no paciente adulto e até em idosos pode ser um tratamento coadjuvante para corrigir o posicionamento dentário e abrir o espaço necessário para colocação das próteses. Isso porque quando um dente é perdido, os outros se adaptam para ocupar o espaço deixado.

No entanto, embora a ortodontia em adultos tenha procura constante, o número de pacientes ainda é muito pequeno se comparado ao de pessoas que precisam de atendimento. Estudos concordam que os dois principais motivos para que o paciente adulto não inicie seu tratamento são o tempo de tratamento prolongado e a aparência anti-estética dos aparelhos. Porém, com e evolução das técnicas e os novos materiais a Ortodontia em Adultos conta com aparelhos cada vez mais discretos, inclusive algumas alternativas de tratamento são praticamente invisíveis. Além disso, quando conduzido por um profissional experiente e qualificado, já existem estudos que demonstram que o tempo de tratamento pode ser equivalente ao de crianças de adolescente.

Os pacientes da Ortodontia em Adultos, entretanto, apresentam características que diferenciam o tratamento do realizado em adolescentes e o Ortodontista deve estar preparado para considerar as seguintes questões:

– Analisar as limitações reais de cada caso e determinar as situações em que a cirurgia ortognática é necessária. Diferentemente do que acontece com crianças e adolescentes, onde o crescimento ativo que pode favorecer a correção das má oclusões dentárias ou esqueléticas, os ossos da face do paciente adulto não apresentam nenhum potencial de crescimento.
– Doenças periodontais em diferentes estágios tem alta incidência no paciente adulto e cabe ao Cirurgião-Denitsta diagnosticar e avaliar os fatores de risco associados. A periodontite é uma doença inflamatória crônica ou aguda que atinge os tecidos da gengiva e do periodonto e pode levar a perda de osso e gengiva. Por isso, qualquer movimentação ortodôntica só pode ser realizada com um periodonto saudável para minimizar o risco de mobilidade excessiva e até de perda dos dentes.
– Diagnosticar disfunções da articulação temporo-mandibular antes, durante e depois da movimentação dentária.
– Avaliar as perdas dentárias presentes.
– Trabalhar cooperativamente com uma equipe de outros especialistas, já que muitas vezes a reabilitação oral exige atuação conjunta do ortodontista, do periodontista e do implantodontista, entre outros.

Infelizmente ainda é bastante comum ouvir histórias de pacientes que começaram o tratamento com previsão de dois anos e acabaram levando mais de cinco para concluir o caso. Isso se justifica pela lista de peculiaridades que envolvem a ortodontia em adultos. Então, para evitar tratamentos prolongados e riscos a sua saúde, tenha a ceteza de realizar seu tratamento com um Especialista em Ortodontia experiente no tratamento em adultos. Como já falamos, existem estudos que já apontaram que não existe grandes diferenças na duração de tratamento de adultos e adolescentes, desde que o tratamento seja bem conduzido.

O tratamento ortodôntico em adultos é uma realidade cada vez mais aceita socialmente. Além disso, hoje existem alternativas de tratamentos estéticos e praticamente invisíveis. Você pode conversar com o seu dentista para saber quais são as melhores opções indicadas para o seu caso.

Aqui na Odontologia Integrada RS a Dra. Luciana Schmidt é uma profissional referência no tratamento de adultos. Ela é Especialista em Ortodontia pela UFRGS, uma das mais reconhecidas do Brasil, e já realizou os principais cursos de ortodontia em adultos disponíveis. Além disso, ela tem grande experiência clínica com todos os mecanismos de correção ortodôntica.

Se você quer aproveitar todos os benefícios dos estéticos e funcionais proporcionados pela Ortodontia em Adultos, agende sua avaliação e venha conversar com ela!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*