• (51) 3221-9565 / (51) 3279-6595 / (51) 99214-9690

  • Facebook Instagram

A escova deve ser trocada a cada mês? VERDADE!

Dicas da OI:

Post_21_08

O consumo de escovas dentais no Brasil é muito baixo: a média per capita de troca gira em torno de uma escova a cada um ano e meio. Em alguns locais distantes dos centros urbanos, esta estimativa é ainda pior, chegando a uma escova a cada dois anos e meio e, muitas vezes, famílias inteiras compartilham a mesma.

Em países desenvolvidos e que conseguiram erradicar as doenças orais, o consumo chega a 12 escovas por ano por habitante, ou seja, uma escova por mês. O ideal seria trocar a escova mensalmente, mantendo a mesma com a máxima efetividade. Dessa forma, a escovação será sempre realizada sem o emprego de força exagerada, já que, quando as cerdas vão perdendo eficiência, aumentamos a carga.

Para ficar longe das bactérias que fazem mal à boca, é preciso ir além de uma boa escovação. Cuidar da escova de dente da forma adequada pode evitar problemas como infecções e diarreias. Isso pode acontecer quando, após seu uso, as cerdas não são lavadas corretamente para eliminar todos os germes e bactérias que foram retiradas da boca durante a escovação. Se, além disso, ela ainda for largada úmida e armazenada em um ambiente fechado e abafado, a escova se tornará um meio muito convidativo para que esses micro-organismos se proliferem.
Indica-se o uso de agentes antimicrobianos (enxaguantes bucais) em forma de spray e outros truques para melhorar os resultados contra a proliferação de bactérias, pois espirrar esses produtos uma vez por dia, de preferência depois da escovação noturna, ajuda a manter as cerdas livres das bactérias.

Também é recomendado lavá-las em água corrente para que as bactérias mortas escorram pelo ralo e nunca secá-las em toalhas. O ideal é bater o cabo da escova na borda da pia para que ela fique bem sequinha.

Cigarro x Saúde Bucal

A consequência mais vísivel do hábito de fumar, e que incomoda por se tratar de uma questão estética, são as manchas nos dentes. No entanto, fumar traz inúmeras consequências para a saúde que não são tão aparentes. Na saúde bucal, pode provocar o câncer de boca, periodontite, halitose, diminuição da imunidade e cicatrização. Podendo interferir negativamente em procedimentos dentários. Com relação à melanose, as manchas que a nicotina provoca ao estimular a produção de melanina, elas podem surgir nas mucosas e língua. E as mulheres são as mais afetadas, devido aos hormônios. Parar de fumar é uma escolha que traz benefícios para todo o organismo. As manchas nas mucosas podem desaparecer gradativamente em até 3 anos, por exemplo. E, em 2 dias, seu paladar e olfato já têm seu funcionamento melhorado. Se você é fumante, nunca esqueça de informar seu dentista e lembre-se que os cuidados com a saúde bucal devem ser redobrados, já que o hábito é um fator de risco para inúmeros problemas.

Facetas de Porcelana

As facetas de porcelana podem melhorar muito o sorriso de uma pessoa, recuperando também a autoconfiança e auto-estima.

Geralmente, são recomendadas por motivos estéticos, já que podem clarear dentes manchados, corrigir a dentição torta, diminuir a distância entre os dentes, aumentar o tamanho, corrigir curvatura, melhorar o formato, solucionar a aparência do esmalte dental desgastado, aumentar a resistência em dentes excessivamente restaurados, entre tantas outras indicações.A vantagem primordial consiste na preservação de estrutura dental sadia, uma vez que com essa técnica, desgastam-se menos os dentes.

Os profissionais da Odontologia Integrada são preparados para realizar este trabalho diferenciado. Venha fazer uma avaliação conosco!

Pasta para clarear dentes limpa só superfície do esmalte.

3549591910_26d4c7b288
O desejo por uma boca perfeita com dentes sem manchas tem aumentado nos últimos anos. Muito dessa procura deve-se, principalmente, aos avanços tecnológicos que oferecem resultados satisfatórios, com uso de produtos que vão desde pastas caseiras a tratamentos mais elaborados. A maior parte das pastas, no entanto, limpa a superfície do esmalte, dando a sensação de dentes mais claros. Todas devem ser utilizadas sob orientação do profissional.
Sabe-se que esse tipo de produto é apenas um auxílio para a remoção das manchas, por ter baixa concentração de peróxido de hidrogênio, substância que clareia os dentes, e pelo curto tempo de contato com a superfície do dente. Há também as pastas com sílica hidratada, carbonato de cálcio e óxido de alumínio. Seja lá qual for, o profissional deve acompanhar o tratamento, porque elas podem provocar desgaste no esmalte e causar, inclusive, amarelamento no futuro.
O conhecido clareamento caseiro, apesar de ser feito pelo próprio paciente em casa, é supervisionado do começo ao fim por um dentista, que faz um molde especial para cada pessoa, denominado moldeira, onde é depositado o gel que envolve o dente. O profissional orienta sobre a aplicação do produto e o tempo de permanência, e acompanha o andamento do tratamento.Este tipo de tratamento proporciona um clareamento mais uniforme, e produzir resultados mais estáveis e duradouros.
Agende sua avaliação!

Olá! Como podemos ajudá-lo?
Entre em contato diretamente pelo WhatsApp clicando no botão abaixo ou pelo (51) 99214-9690.
Powered by