• (51) 3221-9565 / (51) 3279-6595 / (51) 99214-9690

  • Facebook Instagram

Sorteio na Odontologia Integrada RS

Neste mês de outubro, a Odontologia Integrada RS​ está comemorando 13 anos de história e preparou uma carinhosa surpresa para seus pacientes: o sorteio de três cestas de produtos odontológicos.

Os pacientes que frequentarem a OIRS neste mês poderão deixar seus nomes na urna, que está na recepção, e torcer pelo sorteio!

O resultado será divulgado nas nossas redes sociais.

 

Odontologia Integrada RS: Há 13 anos construindo sorrisos!

 

Post_08_10

A escova deve ser trocada a cada mês? VERDADE!

Dicas da OI:

Post_21_08

O consumo de escovas dentais no Brasil é muito baixo: a média per capita de troca gira em torno de uma escova a cada um ano e meio. Em alguns locais distantes dos centros urbanos, esta estimativa é ainda pior, chegando a uma escova a cada dois anos e meio e, muitas vezes, famílias inteiras compartilham a mesma.

Em países desenvolvidos e que conseguiram erradicar as doenças orais, o consumo chega a 12 escovas por ano por habitante, ou seja, uma escova por mês. O ideal seria trocar a escova mensalmente, mantendo a mesma com a máxima efetividade. Dessa forma, a escovação será sempre realizada sem o emprego de força exagerada, já que, quando as cerdas vão perdendo eficiência, aumentamos a carga.

Para ficar longe das bactérias que fazem mal à boca, é preciso ir além de uma boa escovação. Cuidar da escova de dente da forma adequada pode evitar problemas como infecções e diarreias. Isso pode acontecer quando, após seu uso, as cerdas não são lavadas corretamente para eliminar todos os germes e bactérias que foram retiradas da boca durante a escovação. Se, além disso, ela ainda for largada úmida e armazenada em um ambiente fechado e abafado, a escova se tornará um meio muito convidativo para que esses micro-organismos se proliferem.
Indica-se o uso de agentes antimicrobianos (enxaguantes bucais) em forma de spray e outros truques para melhorar os resultados contra a proliferação de bactérias, pois espirrar esses produtos uma vez por dia, de preferência depois da escovação noturna, ajuda a manter as cerdas livres das bactérias.

Também é recomendado lavá-las em água corrente para que as bactérias mortas escorram pelo ralo e nunca secá-las em toalhas. O ideal é bater o cabo da escova na borda da pia para que ela fique bem sequinha.

Resoluções para o ano novo – 2014

Geralmente quando começa o ano fizemos resoluções para esse novo período que inicia.
Uma dica da Odontologia Integrada RS é a seguinte:
Beba água.
A maioria das pessoas não bebe a quantidade recomendada por dia de água (2 litros), isso ocorre por falta de hábito, por esquecimentos, para evitar as idas constantes ao banheiro, por não apreciarem o sabor da água, entre outras razões.
O consumo da água é importante para suprir as perdas que ocorrem pela transpiração, pela respiração e principalmente pelo sistema gastrointestinal, além de evitar a desidratação. Beber água contribui para o bom funcionamento intestinal, para a redução do risco de infeções urinárias e de doenças dentárias, como a deteriorização do esmalte dental pelos ácidos bacterianos, cáries, doenças gengivais, candidíase (doença provoca por fungos) e infecções nas glândulas salivares, entre outras.
Então beber água precisa ser um HÁBITO!
Algumas dicas:
1- Anotar o seu consumo diário
2- Deixar a garrafinha em cima da mesa de trabalho / carro
3- Colocar o celular para despertar, avisando-lhe que você tem que beber água. Existem até aplicativos que ajudam a lembrar de tomar água, como o Water your Body e Drink-o-matic
4- Deixar um copo de água ao lado da cama e iniciar o dia tomando água
5- Troque sucos e refrigerantes por água
6- Coloque sabor em sua água – pepino, hortelã, limão, melancia, mirtilo são opções saborosas
Lembre-se  “Um objetivo sem um plano não é mais que um desejo”.
Faça seus planos para esse ano que está iniciando e aproveite os benefícios de uma vida saudável!!
Feliz ano-novo para você e com muita Saúde!

Biossegurança em Odontologia

” Enquanto novas técnicas odontológicas avançam rapidamente em busca do “sorriso perfeito”, boa parte dos profissionais ignora protocolos básicos de controle de infecção que começam a ser implementados no Brasil.”

” O consultório odontológico é, em princí­pio, um ambiente de promoção de saúde, mas poucos imaginam que a equipe odontológica muitas vezes atua como disseminadora de doenças que acometem a todos – profissionais e pacientes.

A Biossegurança Odontológica basicamente é sustentada por três grandes pilares: Proteção Individual (profissionais, pacientes e descarte dos resíduos). Desinfecção e Trocas de Barreiras (condutas no atendimento, materiais descartáveis). Esterilização e Monitorização.” ressalta a Dra. Lusiane Borges (Biomédica, microbiologista, Cirurgiã-Dentista, Mestranda em Ciências da Saúde-UNIFESP (Escola Paulista de Medicina), Coordenadora do Projeto de Biossegurança na Odontologia).

Na OIRS a biossegurança é levada extremamente a sério e não poderia ser diferente. Possuí­mos excelente estrutura física para realização de procedimentos odontológicos dentro dos melhores padrões de biossegurança.

Venha nos visitar!

Fonte: http://www.selobiologica.com.br


Olá! Como podemos ajudá-lo?
Entre em contato diretamente pelo WhatsApp clicando no botão abaixo ou pelo (51) 99214-9690.
Powered by