• (51) 3221-9565 / (51) 3279-6595 / (51) 99214-9690

  • Facebook Instagram

Sorriso Maduro

A Odontologia Integrada RS​ realiza atendimento de saúde bucal e reabilitação em pacientes idosos.

Essa é uma área da odontologia muito importante que visa prevenir e tratar os problemas comuns dessa faixa etária. A sua existência atual se deve, principalmente, ao aumento do número de idosos (diversos fatores tais como a medicina moderna e a prevenção aumentaram muito a sobrevida da população) e também porque atualmente esses pacientes permanecem mais tempo com os seus dentes naturais em boca.

Venha nos conhecer!
Agende seu atendimento pelo fone (51) 3221.9565

Post_Anuncio_Idoso

A escova deve ser trocada a cada mês? VERDADE!

Dicas da OI:

Post_21_08

O consumo de escovas dentais no Brasil é muito baixo: a média per capita de troca gira em torno de uma escova a cada um ano e meio. Em alguns locais distantes dos centros urbanos, esta estimativa é ainda pior, chegando a uma escova a cada dois anos e meio e, muitas vezes, famílias inteiras compartilham a mesma.

Em países desenvolvidos e que conseguiram erradicar as doenças orais, o consumo chega a 12 escovas por ano por habitante, ou seja, uma escova por mês. O ideal seria trocar a escova mensalmente, mantendo a mesma com a máxima efetividade. Dessa forma, a escovação será sempre realizada sem o emprego de força exagerada, já que, quando as cerdas vão perdendo eficiência, aumentamos a carga.

Para ficar longe das bactérias que fazem mal à boca, é preciso ir além de uma boa escovação. Cuidar da escova de dente da forma adequada pode evitar problemas como infecções e diarreias. Isso pode acontecer quando, após seu uso, as cerdas não são lavadas corretamente para eliminar todos os germes e bactérias que foram retiradas da boca durante a escovação. Se, além disso, ela ainda for largada úmida e armazenada em um ambiente fechado e abafado, a escova se tornará um meio muito convidativo para que esses micro-organismos se proliferem.
Indica-se o uso de agentes antimicrobianos (enxaguantes bucais) em forma de spray e outros truques para melhorar os resultados contra a proliferação de bactérias, pois espirrar esses produtos uma vez por dia, de preferência depois da escovação noturna, ajuda a manter as cerdas livres das bactérias.

Também é recomendado lavá-las em água corrente para que as bactérias mortas escorram pelo ralo e nunca secá-las em toalhas. O ideal é bater o cabo da escova na borda da pia para que ela fique bem sequinha.

Saiba como escovar os dentes corretamente

Você sabia que uma escovação adequada deve durar, no mínimo, dois minutos? A maioria dos adultos não chega nem próximos a este tempo. Para ter uma ideia do tempo necessário para uma boa escovação, use um relógio na próxima vez que escovar os dentes. Escove-os com movimentos suaves e curtos, com especial atenção para a margem gengival, para os dentes posteriores, difíceis de alcançar e para as áreas situadas ao redor de restaurações e coroas. Concentre-se na limpeza de cada setor da boca, da seguinte maneira:

  • Escove as superfícies voltadas para a bochecha dos dentes superiores e, depois, dos inferiores.
  • Escove as superfícies internas dos dentes superiores e, depois, dos inferiores.
  • Em seguida, escove as superfícies de mastigação.
  • Para ter hálito puro, escove também a língua, local onde muitas bactérias ficam alojadas.A maioria dos dentistas concorda que a escova dental de cerdas macias é a melhor para a remoção da placa bacteriana e dos resíduos de alimentos. As escovas com cabeças menores também são mais adequadas, porque alcançam melhor todas as regiões da boca, como por exemplo, os dentes posteriores, que são os mais difíceis de alcançar. Muitos escolhem a escova elétrica como a melhor alternativa, pois ela limpa com maior facilidade e é particularmente indicada para pessoas que têm dificuldade para higiene bucal ou tem menor destreza manual.Troque sua escova dental mensalmente ou quando perceber que ela começa a ficar desgastada. É muito importante trocar de escova depois de uma gripe ou resfriado para diminuir o risco de nova infecção por meio dos germes que aderem às cerdas.
    Além disso, é importante que você use o creme dental mais adequado para você. Atualmente existe uma grande variedade de produtos feitos especialmente para combater cáries, gengivite, tártaro, manchas e sensibilidade. Pergunte ao seu dentista qual o tipo de creme dental mais adequado.

    Adaptado de Colgate.

Enxaguatório Bucal: o herói da saúde da sua boca!

A famosa cárie dentária e as terríveis doenças gengivais são causadas principalmente pela vilã placa bacteriana. Quando não removida, ela se calcifica formando o tártaro. Portanto, uma boa higiene bucal é muito importante para evitar o surgimento desses temíveis problemas.

Além da escovação dentária e fio dental, existe outro herói para a saúde bucal: o enxaguatório bucal com flúor. O enxaguatório bucal com flúor é muito importante principalmente à noite, pois é nesse período que as abomináveis bactérias se tornam oportunistas e atacam a superfícies dos dentes causando cárie dentária e problemas gengivais.

Os poderes dos enxaguatórios são muitos, dentre os quais podemos destacar: ajudam a eliminar as bactérias que causam a gengivite, a placa bacteriana, o mau hálito e a cárie dentária, atuando onde a escova dentária não alcança, pois permanece por mais tempo na boca uma vez que não enxaguamos a boca após a utilização.

Existem diversos enxaguatórios bucais no mercado com diversas formulações e diversos sabores, mas é importante que o mesmo contenha flúor para ajudar a reduzir o risco de cárie dentária. Em caso de dúvidas, consulte um dentista para que ele possa esclarecer suas dúvidas e indicar qual o herói ideal para o seu caso.

Agende já sua avaliação aqui na OIRS!

 

 

Como escolher a melhor pasta de dente?

 

“Dentes brancos e hálito puro”. Esta é uma das expressões mais usadas nos comerciais de pasta de dente, incentivando o público a consumir uma determinada marca. Mas afinal, qual a importância dela na limpeza dos dentes? Como escolher a pasta mais adequada entre tantas opções oferecidas pelo mercado?

O creme dental quando aplicado corretamente com a escova, limpa os dentes, remove a placa bacteriana, confere polimento às superfícies e restaurações dentais e, de quebra, combate o mau hálito. É preciso escovar os dentes bem e fazer do creme dental um aliado, assim o resultado será o mais benéfico.

Hoje, as alternativas em cremes e géis dentais disponíveis nas prateleiras são inúmeras, mas a melhor orientação de qual será o produto indicado vem do dentista. É ele quem vai dizer qual pasta agrega os principais componentes para atender as necessidades do paciente

Confira algumas dicas para auxiliar na escolha:

Para adultos: o creme dental deve conter flúor. Estudo recente concluiu que, para a dentição permanente, apenas os cremes dentais que contêm 1000 ou mais PPM (partes por milhão) de fluoreto são efetivos na prevenção de cárie.

Para dentes sensíveis: à base de potássio, estrôncio ou arginina, ele forma depósitos que impedem que estímulos como calor, frio e ar cheguem à polpa do dente e provoquem dor.

Para branquear os dentes: o efeito do creme branqueador é bastante discreto. O mais recomendado são os tratamentos feitos em consultório para clarear os dentes. Em geral mais abrasivo, o creme branqueador pode aumentar a sensibilidade, porque remove uma pequena camada do esmalte, que protege a dentina (parte interna do dente).

Quanto usar?

Não é necessário cobrir todas as cerdas da escova com creme dental. Basta uma pequena camada da largura das cerdas para obter os benefícios do produto.

Qualquer dúvida, marque uma visita na Odontologia Integrada RS!

Adaptado de DentalPress

Olá! Como podemos ajudá-lo?
Entre em contato diretamente pelo WhatsApp clicando no botão abaixo ou pelo (51) 99214-9690.
Powered by